Os treinos e equipes de queimada, do  Colégio Suzano – CS, estão juntamente com o professor Pedro há 5 anos. Muitos chegaram, outros saíram e assim crescemos dia após dia.

 

Nesta última Copa MM, marcamos presença com 5 equipes, duas delas (sub10 e sub12) chegaram às finais as quais foram disputadas  nesta terça-feira,24/04, no SESI BRÁS CUBAS.

 

Além dos atletas, familiares e amigos marcaram presença, tornando nossa noite inesquecível! Foram quatro jogos alucinantes.  Sendo duas finais que fizeram nosso coração bater a mil!

 

A primeira equipe na final foram: os guerreiros do sub12 –  um jogo tenso e equilibrado, tão equilibrado que direcionou à morte súbita, define-se quando a equipe que fizer um ponto- vence. Foram minutos eternos até o grito que estava na garganta de “é campeão”. Risos e lágrimas de alegria não podiam ser contidos.

 

A premiação, a medalha, a entrega do troféu, a chuva de prata. Nosso primeiro objetivo havia sido alcançado, no entanto ainda faltava o sub10.

 

No primeiro jogo (semifinal), garantimos a vaga da tão sonhada final da categoria, nossos 20 alunos mal podiam conter a emoção e ansiedade para o último jogo.

 

A torcida gritava todo tempo, dando “aquela força” aos nossos pequenos, aqueles 15 minutos que não acabavam, a cada jogador adversário queimado, nossa vibração, a cada jogador nosso atingido o grito de angústia – mãos na cabeça, unhas na boca, olhos vidrados.

 

Foi então que aos 15 minutos houve o anúncio da morte súbita e para nosso desespero, a posse de bola era da equipe adversária que nos colocava em uma desconfortável situação, como se não bastasse estávamos com um jogador a menos, e pouco depois de um minuto de jogo, aquela bolinha atingiu um dos nossos.

 

O sabor de ser vice-campeão não foi doce, as lágrimas agora eram de tristeza – são pequenos demais para compreenderem a dor de uma derrota. Contudo ao lado dos professores e com o abraço das mantenedoras do CS, nossos pequenos foram acolhidos, elogiados e ganharam nosso reconhecimento por tamanha garra e dedicação.

 

Medalha no peito e taça na mão, voltamos para casa com a sensação de dever cumprido e recebemos uma grande recepção de todo o Colégio Suzano, mas ficou uma “pulguinha” nos incomodando para em 2018 trazer dois Troféus de 1º lugar!

 

Não poderíamos encerrar essa matéria sem citar o “destaque” da Copa – nosso aluno Niccolas Bibiano, que arrasou com seu talento!

 

 

Colégio Suzano.

Gostar de ir à escola. Todos os dias.

Share This
%d blogueiros gostam disto: